IMG-LOGO
IMG-ABOUT

A Empresa

Fundada em 1.998, a Blowpet desenvolve, produz e comercializa embalagens PET. Ao longo desses 20 anos nos consolidamos como referência no segmento de frascos soprados PET. Produzimos preformas e frascos, inclusive rotulados, para diversas aplicações, tais como alimentos e bebidas, higiene, saúde, beleza, limpeza, lubrificantes, entre outros. Nosso parque industrial foi concebido para atender com qualidade, segurança, baixo custo e agilidade desde pequenos até grandes envasadores. Utilizamos compressores isentos de óleo, um diferencial para evitar riscos de contaminação.
Nossas injetoras e moldes são alemães, nos habilitando ao uso de material reciclado com garantia de qualidade.
Atuamos, preferencialmente, em sistema just in time, com frota própria. Assim, reduzimos o custo e espaço de estocagem do envasador, com garantia de entrega e qualidade na hora marcada. Hoje produzimos em 3 cidades paulistas. Sede em Botucatu e 2 franquias: São Carlos e Sorocaba.

Meio Ambiente
A Blowpet, preocupada com os efeitos do incorreto descarte de embalagens e de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, tem orgulho de usar resina reciclada a partir de embalagens pós-consumo (PET – PCR) em sua produção.
O PET-PCR grau alimentício (PET pós-consumo reciclado de grau alimentício) é o PET obtido após um processo de reciclagem e descontaminação do PET pós-consumo. O processo de reciclagem e descontaminação consiste em uma tecnologia de reciclagem física ou química com alta eficiência de descontaminação, que tenha sido demonstrada por procedimento de validação normalizado (challenge test ou equivalente), e que por isso, conta com autorizações especiais de uso, validadas pela Anvisa.
Segundo o 10º Censo da Reciclagem de PET no Brasil, publicado em Nov/2016 pela Abipet, 51% de todo volume disponível de PET no país foi reciclado. Desse total, 25,7% são usados para produzir novas embalagens (caso da Blowpet). Outras aplicações são têxteis, tintas, resinas insaturadas, lâminas, fitas de arquear, entre outros.
Os volumes de reciclagem no Brasil aumentam ano a ano, propiciando a criação de uma nova indústria, pois a reciclagem de PET é economicamente viável, gerando emprego, renda e resgate social.
Conforme a Abipet destaca, evitar o descarte inadequado, fomentar a reciclagem e apoiar a educação ambiental são atribuição de todos os integrantes do setor.
Fonte: Abipet em www.abipet.org.br
Anvisa: Informe Técnico nº. 71/2016 –GGALI/ANVISA pág 2